Clínica La Sensitive

DIABETES

Conhecida cientificamente como Diabetes mellitus, é uma doença metabólica crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue.
A diabetes surge ao longo da vida, na maioria dos casos, devido a maus hábitos de alimentação, mas pode estar presente desde o nascimento.

4 principais tipos da Diabetes:

Tipo 1: é o menos comum, surge desde o nascimento, considerada uma doença autoimune, já que o próprio sistema imune ataca as células do pâncreas responsáveis por produzir a insulina. Assim, a insulina não é produzida, a glicose não é transportada para as células e acaba se acumulando no sangue;

Tipo 2: é mais comum e acontece devido a uma resistência à insulina que surge ao longo da vida, devido a maus hábitos alimentares. Essa resistência diminui a ação da insulina no corpo e faz com que a glicose acabe se acumulando no corpo;

Gestacional – acontece apenas durante a gestação e está relacionado com a produção, pela placenta, de outros hormônios que bloqueiam a ação da insulina;

Pré-diabetes: quando o nível de açúcar no sangue está aumentado mas ainda não é o suficiente para fazer o diagnóstico de diabetes.

A diabetes também pode ser dividida em outros tipos mais raros como a diabetes latente autoimune do adulto ou a diabetes desencadeada pelo uso de medicamentos.

Os sintomas de diabetes incluem:

Sede exagerada;
Fome;
Frequência para urinar;
Boca seca;
Sensação de cansaço;
Visão alterada.

As causas da diabetes variam de acordo com o tipo de diabetes.
O diagnóstico da diabetes pode ser feito com exames de sangue que avaliam a quantidade de glicose.

O tratamento da diabetes tem como principais objetivos melhorar a qualidade de vida, aliviando os sintomas, e evitar o desenvolvimento de complicações de saúde mais graves.
Planejar o tipo de alimentos que se ingere e fazer exercício físico regular, pode ajudar no tratamento.

O principal tratamento para a diabetes tipo 1 é o uso diário de insulina injetável, para manter um nível basal do hormônio no organismo, mas é necessário medir a glicemia antes e após as refeições.

O tratamento da diabetes tipo 2 nem sempre precisa ser com remédios , pode ser possível controlar a glicose apenas com alterações no estilo de vida.

Alguns alimentos são considerados \”proibidos\”, pois se deve evitar ao máximo consumi-los em excesso, como:

Doces em geral;
Bebidas açucaradas;
Bebidas alcoólicas.
Frutas, arroz ou macarrão, devem ser consumidos com moderação.

A diabetes pode se desenvolver em crianças, chamada de diabetes infantil. O tipo mais comum durante a infância é a diabetes tipo 1, mas as alterações alimentares que provocam a diabetes tipo 2 também tem se tornado mais comum, devido ao consumo excessivo de produtos industrializados, fast food e alimentos açucarados, assim como o sedentarismo. Deve ser tratada o mais cedo possível para evitar atrasos no desenvolvimento e o aparecimento de doenças crônicas.

Quando a diabetes não é tratada adequadamente, podem causar danos em vários órgãos e reverter em doenças:

Cardiovasculares;
Neuropatia;
Retinopatia;
Surdez;
Pé-diabético;
Depressão.
Os níveis elevados de açúcar aumentam o risco de infecção, pois o açúcar facilita o crescimento e desenvolvimento de fungos e bactérias, apresentando infecções urinárias recorrentes, por exemplo. A diabetes também causa problemas na cicatrização de feridas.

Fique atento à sua saúde fazendo exames e também a qualquer sintoma informado, agende uma consulta. Se você já possui o diagnóstico é necessário o acompanhamento periódico!\"\"